É pra rir? – parte 2 (ou: o resto das comédias da fall season)

No começo da semana eu escrevi sobre as novas comédias que estrearam na TV americana a partir de setembro e disse que as minhas três preferidas eram “Brooklyn Nine-Nine”, “The Crazy Ones” e “The Michael J. Fox Show” (quem não leu, pode ler aqui). Continuo mantendo a minha opinião, mas quero acrescentar “Trophy Wife” à lista das séries que vou continuar assistindo, pelo menos até que seja cancelada (não que vá ser, estou apenas me preparando pro pior). O segundo episódio foi bem divertido, melhor que o primeiro, principalmente graças às cenas da Malin Akerman com o moleque japinha (e que eu tenho quase certeza que é irmão mais novo do pianista do filme “Escola do Rock”).

Além disso, assisti duas das comédias que estrearam essa semana, e cheguei à conclusão de que expectativa é tudo nessa vida. Esperava muito da série da Rebel Wilson, tão incrível em filmes como “Pitch Perfect” e “Bridesmaids”, mas a série dela, “Super Fun Night”, foi uma decepção. O piloto até que começa bem, com pelo menos dois momentos bem engraçados: Rebel faz uma advogada recém-promovida no trabalho que combina com as amigas que elas terão a noite do título todas as sextas, cada dia fazendo uma coisa diferente – ah, e ela tem uma paixonite pelo chefe, feito pelo Kevin Bishop (o inglês sem-noção do filme “Albergue Espanhol” e da hilária série “Spoons”, que passa no GNT). Até aí tudo bem. Mas o resto do episódio, com a primeira noitada, o trauma de infância e a rivalidade com a advogada bonitona e gostosona, é uma sucessão de clichês e bobagens que quase me fizeram desistir (como fiz com o segundo episódio de “Mom”). Só vou dar mais uma chance porque tenho esperança de que melhore um pouco, afinal a Rebel é boa e é também roteirista da série – e porque a audiência foi alta, então a série não corre tanto risco de cancelamento.

super fun night

Já com “Sean Saves the World” aconteceu o oposto: assisti tendo certeza de que acharia uma porcaria, então como dei algumas risadas, acabei gostando – vale lembrar que a mesma coisa aconteceu com o piloto de “Mom” mas, como já mencionei acima, nem aguentei assistir o segundo episódio inteiro, ou seja, isso não significa que a série seja boa. O problema aqui é que o protagonista é o Sean Hayes e parece que ele só tem graça quando pode exagerar como fazia como o Jack de “Will & Grace” – num papel mais contido como esse (ou como o que ele tentou fazer na segunda temporada de “Smash”) ele simplesmente não funciona – e o texto que deram pra ele também não colabora, cheio de piadas batidas e frases dignas de um livro de auto-ajuda. A premissa também é meio besta: um pai gay que tem que cuidar sozinho da filha adolescente (coisa que aliás o próprio Hayes já fez na já citada “Will & Grace” com muito mais graça). Na verdade os coadjuvantes é que são os “salvadores” do título: Megan Hilty (a Ivy de “Smash”) e o ótimo Echo Kellum (“Ben & Kate”) são os colegas de trabalho e o sempre engraçado Thomas Lennon (“Reno 911!”) faz o chefe super exigente e odiado. Se a série focar mais no trabalho que no lance “pai e filha” e se Hayes acertar o tom, talvez até funcione (ajudaria muito também tirar a “laugh track”, mais insuportável aqui do que nunca, mas isso não deve acontecer). E como ele também é produtor da série, é pouco provável que ela seja cancelada rapidamente – na pior das hipóteses deve acontecer o que rolou com a série do Matthew Perry, “Go On”, que teve pelo menos uma temporada completa. Vamos ver no que vai dar.

sean saves the world

Super Fun Night: C-  /  Sean Saves the World: C+

Sobre rodrigohaddad

Rodrigo Haddad é advogado, escritor, ator e diretor de teatro
Esse post foi publicado em TV e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s