Run x Rush: corra aos cinemas para ver “Rush”, mas não precisa acelerar para ver “Aposta Máxima”

A diferença entre os verbos em inglês “run” e “rush” pode ser encontrada facilmente em qualquer dicionário (o primeiro significa “correr”, enquanto o segundo pode ser traduzido como “acelerar”), mas também serve para diferenciar dois filmes em cartaz nos cinemas e que tem estas palavras em seus títulos. “Rush – No Limite da Emoção” é adrenalina pura, é tensão praticamente do começo ao fim, um exemplo de como energizar o espectador e deixar o coração acelerado mesmo com uma história real, ou seja, que já se sabe como vai terminar. Já “Aposta Máxima”, ou “Runner Runner” no original, tinha tudo pra causar o mesmo efeito, mas acaba sendo apenas uma caminhada um pouco mais rápida ou um cooper bem tranquilinho.

“Rush” leva para as telas o duelo entre dois pilotos de Fórmula Um de personalidades completamente opostas. O inglês James Hunt (vivido pelo ator australiano Chris Hemsworth, também conhecido como “Thor”) era um bon-vivant que adorava correr, beber e pegar a mulherada (basicamente nesta ordem); já o austríaco Niki Lauda (o alemão Daniel Brühl, de “Bastardos Inglórios”) era metódico, calculista e de poucos amigos. Mas ambos tinham em comum o talento e a velocidade, numa rivalidade que começou nas categorias de base e culminou na disputadíssima temporada de 1976, que Lauda liderava até sofrer o terrível acidente que o deixou para sempre coberto de queimaduras e possibilitou a recuperação de Hunt no campeonato até a derradeira e emocionante última prova, no Japão. O filme dirigido por Ron Howard, de “Uma Mente Brilhante”, “Apollo 13” e “Frost/Nixon” (ou seja, o cara adora uma história real) acerta em quase tudo, desde a escolha dos atores (ambos excelentes) até a reprodução das corridas, passando pelo ótimo retrato do início das carreiras dos dois, e mata a saudade dos velhos e bons tempos da F1. Mostra também de forma exemplar uma relação de rivalidade e respeito entre dois homens (e, por que não?, amizade). A única crítica é que o filme poderia aproveitar melhor as duas mulheres que acabaram se tornando as esposas dos pilotos, vividas pelas lindíssimas Olivia Wilde e Alexandra Maria Lara.

rush

“Aposta Máxima”, por sua vez, peca ao ficar no meio do caminho em quase todos os quesitos. Justin Timberlake (eficiente) é um aluno de mestrado em Princeton que comanda um esquema de apostas na universidade, mas acaba perdendo tudo o que tem em um jogo de pôquer online. Convencido de que foi vítima de fraude, ele vai atrás do dono do “cassino virtual”, que comanda tudo da Costa Rica, e acaba envolvido nos negócios do cara, vivido pelo Ben Affleck (se divertindo um pouco depois da seriedade de “Argo” e da profundidade de “Amor Pleno”). E é claro que as coisas vão se complicar. O problema é que nada chegar a empolgar demais – é um lance de ação sem adrenalina; violência sem sangue; mulherada bonita mas sem sensualidade (nem a delicinha inglesa Gemma Arterton tem muito o que fazer no único papel feminino do filme). Então a decepção acaba sendo inevitável. É um bom filme, vale frisar, que diverte, passa rápido, entretém. Mas não atinge o potencial que o trailer demonstrava, desperdiçando o bom elenco e uma história até que interessante. (em tempo: “runner runner”, segundo o Google, é uma expressão usada no pôquer para designar a última carta, aquela que completa uma mão ou forma uma combinação vencedora)

runner-runner

Resumindo: corra aos cinemas para ver “Rush”, até porque o filme já estreou há quase um mês, mas pode esperar para ver “Aposta Máxima” em casa (ou veja no cinema sem grandes expectativas).

“Rush”: A-    /   “Aposta Máxima”: B-

Sobre rodrigohaddad

Rodrigo Haddad é advogado, escritor, ator e diretor de teatro
Esse post foi publicado em Cinema e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s