Algumas palavras sobre a segunda temporada de Homeland (CONTÉM SPOILERS)

homelandMuita gente anda falando que “Homeland” caiu muito na segunda temporada, que a série teve várias coisas absurdas e impossíveis, que os roteiristas erraram a mão etc. De fato, algumas situações realmente ultrapassaram um pouco a barreira da credulidade – Brody salva a vida do Abu Nazir com uma mensagem de texto? Nazir está nos EUA e anda pra cima e pra baixo numa boa? O vice-presidente Walden morre de ataque cardíaco causado pela manipulação remota do marcapasso? Sim, tudo isso parece um pouco absurdo, mas não impossível – e além disso, desde quando filmes e séries de ação/suspense/espionagem e afins não extrapolam em graus variados os limites do verossímil? Confesso que eu mesmo questionei a série e seus criadores em alguns momentos, notadamente no penúltimo episódio e em todas as situações envolvendo a insuportável da Dana, a.k.a. a filha adolescente do Brody (em especial o lance do atropelamento, que foi duro de engolir). Mas no final eu fiquei bastante satisfeito e achei que tudo foi extremamente bem amarrado, levando a série a um futuro promissor em sua  terceira temporada: Saul e Carrie atrás de quem causou o ataque terrorista que matou quase que a CIA inteira (e não mais apenas caçando o Nazir e se perguntando se o Brody é ou não terrorista); Saul merecidamente como chefe do que restou da CIA; Brody  fugitivo (e ainda uma pontinha de dúvida se ele teve ou não alguma coisa a ver com o atentado); qual é o papel do Quinn na história toda… E o melhor de tudo é que, se a série tinha tudo pra ficar repetitiva e enrolada – o que certamente ocorreria caso se mantivessem os grandes temas até aqui, ou seja, a relação de amor e ódio entre Carrie e Brody, a caçada eterna a Nazir, a questão “o Brody é ou não é terrorista?” -, o que se viu com o fim da segunda temporada foi um sopro de vitalidade, que pode fazer com que a série dure mais tempo sem cansar.

.

De qualquer forma, mesmo quem não gostou tanto da segunda temporada tem que admitir que a série teve momentos marcantes esse ano, que podem muito bem figurar entre os mais memoráveis da TV americana nos últimos anos (ou pelo menos de 2012). Exemplos:

– o embate entre Carrie e Brody no interrogatório em que ele finalmente admite estar envolvido com Nazir enquanto ela confessa o amor por ele (essa, aliás, é a cena que provavelmente dará mais um Emmy pra Claire Danes e pro Damian Lewis, além do Globo de Ouro ao qual ambos acabaram de ser indicados);

– todo o episódio em que Brody tenta salvar a vida do alfaiate que lhe forneceu a bomba e vai se afundando em situações complicadas até acabar tendo que matar o cara, enquanto a coitada da Jessica o espera num evento onde ele deveria fazer um discurso (episódio digno de um “Depois de Horas” do Scorsese, aliás);

morena-baccarin-homeland– o discurso que a própria Jessica acaba fazendo no mesmo episódio (e que deveria valer pelo menos uma indicação ao Emmy de coadjuvante pra Morena Baccarin);

– Saul interrogando e sendo gentil com a terrorista Eileen (ainda que a morte dela tenha sido previsível);

– a cena final da temporada, com o Saul observando os corpos de todas as vítimas do atentado e a reação dele ao ver que Carrie está viva;

Mandy-Patinkin-Homeland– quase todas as cenas do Saul, na verdade, a grande força moral da série e que possivelmente se tornará um dos protagonista da terceira temporada (e o ator Mandy Patinkin provavelmente ganhará o Globo de Ouro de ator coadjuvante agora em janeiro e certamente será indicado ao Emmy).

.

O mais difícil agora é esperar pela terceira temporada, que será exibida somente no segundo semestre de 2013. Algumas das questões que esperamos ver respondidas:

– Qual é o futuro da CIA? Como já disse acima, provavelmente Saul será o novo chefe da organização, mas com quase todo mundo morto no ataque do último episódio, quem mais estará disponível? Será que o sinistro personagem do grande F. Murray Abraham (suposto chefe do Quinn) reaparece?

– Como Carrie lidará com o fato de ter ajudado Brody a fugir (e ser a única que sabe que ele está vivo) e também por saber que ele teve participação decisiva na morte de Walden? Qual a repercussão disso no papel que ela tem na CIA e na relação dela com Saul?

– Será que Brody teve algum envolvimento no atentado? Tudo indica que não, mas essa não é uma hipótese que possa ser definitivamente descartada. Além disso, o quanto ele aparecerá na terceira temporada? Afinal, ele é um fugitivo, então é bem que capaz que demore bastante pra reaparecer.

– O mesmo vale pra família dele. Com Brody ausente, será que veremos o que acontece com Jess, Dana e Chris (e Mike, que deve assumir o romance com Jess)?

– Onde o Quinn (Rupert Friend) se encaixa na história toda e nos novos acontecimentos? Depois de basicamente salvar a vida do Brody, e por não estar presente no funeral do Walden, ele certamente terá papel ativo na nova temporada.

– E a grande questão de todas: quem de fato ajudou Nazir a executar o ataque e é o “infiltrado”? Porque alguém moveu o carro do Brody antes da explosão, e essa mesma pessoa deve ser a mesma que vazou todas as informações anteriores. Será alguém que já apareceu? Ou será um personagem que ainda vai surgir?

.

Pra quem quiser ler mais sobre a série, segue um artigo da Entertainment Weekly resumindo uma conversa com os criadores Alex Gansa e Howard Gordon (leia a íntegra em inglês aqui) e um link do site Vulture que resume uma entrevista com Gansa (aqui, também em inglês).

Sobre rodrigohaddad

Rodrigo Haddad é advogado, escritor, ator e diretor de teatro
Esse post foi publicado em Links, TV e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s