Premiados pelos críticos de Los Angeles – Amour e O Mestre são principais ganhadores

Depois dos críticos de Nova York, agora foi a vez dos críticos de Los Angeles escolherem os melhores filmes do ano. Indo em uma direção oposta à da outra organização, o LAFC escolheu “Amour”, do diretor austríaco Michael Haneke (“A Fita Branca”, “Cache”), como o melhor filme do ano – o drama falado em francês já havia levado a Palma de Ouro em Cannes no primeiro semestre. Curiosamente, o melhor filme estrangeiro foi outro francês, “Holy Motors” (já em cartaz no Brasil).

Como o LAFC escolhe o melhor e o segundo melhor em cada categoria, segue a lista completa com todas as categorias:

Filme: “Amour” Vice: “The Master” (O Mestre)

Diretor: Paul Thomas Anderson, “The Master” Vice: Kathryn Bigelow, “Zero Dark Thirty” (A Hora Mais Escura)

Ator: Joaquin Phoenix, “The Master” Vice: Denis Lavant, “Holy Motors”

Atriz: empate entre Jennifer Lawrence, “Silver Linings Playbook” (O Lado Bom da Vida) e Emmanuelle Riva, “Amour”

Atriz coadjuvante: Amy Adams, “The Master” Vice: Anne Hathaway, “The Dark Knight Rises” (Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge) e “Les Miserables” (Os Miseráveis)

Ator coadjuvante: Dwight Henry, “Beasts of the Southern Wild” Vice: Christoph Waltz, “Django Unchained” (Django Livre)

Roteiro: Chris Terrio, “Argo” Vice: David O. Russell, “Silver Linings Playbook”

Filme estrangeiro: “Holy Motors” Vice: “Footnote” (Nota de Rodapé)

Documentário: “The Gatekeepers” Vice: “Searching for Sugar Man”

Animação: “Frankenweenie” Vice: “It’s Such a Beautiful Day”

Prêmio Nova Geração: Benh Zeitlin, “Beasts of the Southern Wild”

Fotografia: Roger Deakins, “Skyfall” (007 – Operação Skyfall) Vice: Mihai Malaimare Jr., “The Master”

Montagem: Dylan Tichenor e William Goldenberg, “Zero Dark Thirty” Vice: William Goldenberg, “Argo”

Desenho de Produção: Jack Fisk e David Crank, “The Master” Vice: Adam Stockhausen, “Moonrise Kingdom”

Trilha sonora: Dan Romer e Benh Zeitlin, “Beasts of the Southern Wild” Vice: Jonny Greenwood, “The Master”

Prêmio Douglas Edwards para Filme/Vídeo Independente/Experimental: “Leviathan”

Sobre rodrigohaddad

Rodrigo Haddad é advogado, escritor, ator e diretor de teatro
Esse post foi publicado em Cinema, Prêmios e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s